Editorial 

  Editorial  

2014/03/31

O caminho percorrido no triénio 2010 -2012 nem sempre foi fácil, necessitou de muita perseverança e determinação, acompanhados de bom senso, para que esta direção conseguisse cumprir os objetivos para que se propôs.

Ao lançarmos mãos à obra, apercebemo-nos que muito havia para fazer: reorganizar toda a estrutura interna; dotar a instituição de rigor financeiro; reestruturar os recursos humanos; dar continuidade ao processo de certificação/qualidade que ainda não está concluído; … Verificámos que só assim conseguiríamos obter uma instituição sustentável, sem perder qualidade.

Constatámos, ainda, que era necessário orientar toda a estrutura para um rumo onde os colaboradores compreendessem, colaborassem e acreditassem na inovação. Mas para tal, a nossa gestão teria de ser de grande proximidade, pois quando é necessário fazer uma “refundação”, muitas vontades tem de ser alteradas e demolidos alguns vícios. Os funcionários aceitaram esse rumo, colaborando na mudança o que tornou tudo mais fácil.

Fizemos obra, aumentámos a qualidade de serviços prestados aos utentes e comunidade, rentabilizámos espaços, alargámos o património, criámos condições, melhorámos os equipamentos, avaliámos os recursos humanos e diversificámo-los, preocupámo-nos com o ambiente, criámos espaços verdes, envolvemos mais as famílias, melhorámos o sistema de comunicação interno e externo, divulgámos mais, ganhámos prémios.

Destacamos, algumas destas “obras”: conclusão da construção dos balneários do pavilhão; criação de um parque de estacionamento para os funcionários; ligação de corrente em média tensão; construção de uma passagem aérea coberta da instituição para o pavilhão; aquisição de um terreno contíguo à instituição e de duas casas com quintal, nos lugares da Aguieira e Crastovães; aquisição de um autocarro de 56 lugares; instalação de três casas modulares no pinhal envolvente; criação da Loja Social, etc, etc.

Salientamos o prémio “Judeu de Ouro” atribuído pela Comunidade Aguedense “ANATA” e pela Câmara Municipal de Águeda “Sustentabilidade Agenda 21” em dois mil e onze.

Invertemos os resultados financeiros refletidos nos relatórios de contas do triénio, com proveitos acima da média.

Somos, hoje, reconhecidos pela tutela (Segurança social), Câmara Municipal de Águeda e parceiros da área social como instituição de referência distrital e nacional.

Há muito que passámos as fronteiras do concelho e distrito com os nossos projetos inovadores.

Resta-nos agradecer a todos os funcionários, sócios, famílias, voluntários, mecenas, instituições, empresas e pessoas que de uma ou de outra forma contribuíram para o crescimento de “Os Pioneiros”.

José Carlos Arede

Presidente da Direção “Os Pioneiros”

[ info ]VER MAIS
NOTÍCIAS RECENTES :
 » Concerto dos Pioneiros com lotação esgotada
 » Dia Mundial da Doença de Alzheimer
 

top

 
 

OS PIONEIROS
Associação de Pais de
Mourisca do Vouga
Instituição Particular
de Solidariedade Social
e Utilidade Pública


Morada:
Rua do Campolinho, nº27
Mourisca do Vouga
3750-786 Trofa, Águeda

Contacto:
Telefone: 234 644 838
Fax: 234 646 913



 


 
 
 
 
 
Online: 59
http://ospioneiros.pt  -  Associação de Pais de Mourisca do Vouga.
Powered by niceoffice, All rights reserved.
Generated page in 0.05425 seconds
niceday